Mais de 50 principais perguntas e respostas da entrevista sobre testes de automação

Aqui estão as perguntas e respostas da entrevista sobre testes de automação para candidatos mais novos e experientes conseguirem o emprego dos sonhos.

 

Perguntas e respostas da entrevista sobre testes de automação para calouros

1) O que são testes de automação?

O Automation Testing usa uma ferramenta de automação para executar casos de teste. O principal objetivo do Teste Automado é reduzir o número de casos de teste a serem executados manualmente e não eliminar o Teste Manual.

👉 Download gratuito de PDF: Perguntas e respostas da entrevista sobre testes de automação


2) Quando você automatizará um teste?

A automação é preferida no seguintewing casos

  • Tarefas repetitivas.
  • Teste de regressão
  • Testes de fumaça e sanidade.
  • Teste com vários conjuntos de dados.

O teste não é recomendado para casos de teste únicos. Normalmente, a decisão sobre quais casos de teste automatizar é baseada no ROI (Return on Investment). Quanto mais vezes o teste automatizado for executado, melhor será o ROI.


3) Quando você não automatizará os testes?

Não se deve automatizar o seguintewing casos

  • Quando o aplicativo em teste muda com frequência
  • Casos de teste únicos
  • Adhoc – Teste Aleatório
  • Teste Exploratório
  • Testes de usabilidade que geralmente necessitam de intervenção manual para verificar os resultados do teste
  • Casos de teste com requisitos de configuração detalhados a serem feitos antes de cada execução
  • Casos de teste que retornam resultados de teste imprevistos
  • Excluir caso de teste não planejado

4) Quais são as etapas envolvidas no Processo de Automação?

No processo de automação, as etapas envolvidas são

  • Selecionando a ferramenta de teste
  • Defina o escopo da automação
  • Planejamento, design e desenvolvimento
  • Execução do teste
  • Manutenção

5) Quais são os pontos abordados no planejamento da fase de automação?

Durante a fase de planejamento da automação, os aspectos que devem ser levados em consideração são:

  • Seleção do “certo” ferramenta de automação
  • Estrutura de automação de seleção, se houver.
  • Lista de itens dentro e fora do escopo para automação.
  • Configuração do ambiente de teste.
  • Preparação do gráfico de Gantt dos cronogramas do projeto para desenvolvimento e execução do script de teste.
  • Identifique os resultados do teste.


Perguntas da entrevista sobre testes de automação para experientes

6) Em que condições você não pode utilizar testes de automação para o método Agile?

O teste de automação não é útil para métodos ágeis a seguirwing condições:

  • Quando as histórias de usuários mudam constantemente
  • Quando um nível exaustivo de documentação é necessário no Agile.
  • Adequado apenas para testes de regressão durante testes ágeis, como integração contínua.

Saiba mais sobre Teste Ágil.


7) O que é um script de teste?

Um script de teste é um código para executar um conjunto de instruções em um aplicativo. É usado para verificar se o aplicativo está funcionando de acordo com os requisitos de software.

Quando você executa seu script, ele fornece os resultados do teste como aprovado ou reprovado, o que é determinado pelo funcionamento do aplicativo de acordo com as expectativas.


8) Como selecionar uma boa ferramenta de automação de testes?

  • Amplo suporte ao ambiente de teste
  • Fácil de usar
  • Bom recurso de depuração
  • Identificação robusta de objetos
  • Gravar e reproduzir
  • Suporta linguagens de programação comuns para criação de scripts de teste, por exemplo, Java
  • Habilidades de teste de imagem
  • Teste de banco de dados
  • Parametrização
  • Suporta múltiplas estruturas de automação
  • O tipo de suporte está disponível para ferramentas como documentação, tutoriais, treinamento, etc.
  • Custo e orçamento
  • Bom sistema de relatórios

9) Você pode me contar algumas boas práticas de codificação durante a automação?

Aqui estão boas práticas de automação:

  • Adicione comentários apropriados para explicar essa parte da codificação.
  • Você deve identificar os métodos reutilizáveis ​​e gravá-los em um arquivo separado.
  • Deve seguir as convenções de codificação específicas do idioma.
  • Armazene os dados de teste em um arquivo separado.
  • Execute seus scripts regularmente.

10) O que é uma estrutura de teste modular?

A estrutura de teste modular é construída sobre o conceito de abstração. Neste tipo de framework, o testador cria scripts para todos os módulos da aplicação em teste e então esses scripts são combinados em uma hierarquia.archiordem cal para criar casos de teste.


11) Estrutura de teste baseado em dados

Imagem de teste baseado em dados

In Teste baseado em dados estrutura, os dados de entrada e saída esperados correspondentes aos dados de entrada são armazenados em um arquivo ou banco de dados.

O script automatizado executa as mesmas etapas de teste para vários conjuntos de dados. Também permite executar vários casos de teste onde apenas os dados de entrada diferem, mas as etapas de execução permanecem as mesmas.


12) Quais sistemas de controle de versão você usa?

Usamos GitHub. O controle de versão ajuda você a rastrear alterações de código. Ele controla o código-fonte do script de teste com um histórico registrado de alterações para simplificar o processo de modificação. Você também pode reverter para versões anteriores do código se cometer um erro.


13) O que são eixos XPath? Cite alguns deles.

XPath é uma sintaxe que manipula dados XML (Extensible Markup Language). Eles ajudam a localizar nós relacionados aos da árvore. Alguns eixos XPath importantes são ancestral, filho, namespace, pai, etc.


14) Como você pode acelerar um conjunto de testes automáticos?

Aplicativos que exigem testes de UI que interagem com vários elementos podem retardar o processo de teste. É melhor criar um script de teste simples que acelere a execução do teste.


15) É necessária documentação em Testes de Automação?

A documentação desempenha um papel vital na automação de testes. Você deve documentar todos os métodos e procedimentos para garantir sua repetibilidade. Especificações de teste, designs, alterações de código, casos de teste, planos de automação, relatórios de bugs


16) Que tipos de frameworks são usados ​​em testes de automação de software?

Quatro tipos de estruturas usadas são

  • Estrutura de automação baseada em dados
  • Estrutura de automação baseada em palavras-chave
  • Estrutura de automação modular
  • Estrutura de automação híbrida

Saiba mais sobre frameworks de automação


17) É possível atingir 100% de automação?

Não, não é possível automatizar tudo. Alcançar 100% de automação é difícil, pois há alguns cenários em que uma página de registro possui um captcha ou alguns casos de teste que não executamos com frequência. Além disso, automatizar esses casos de teste não agregará valor à automação nem trará ROI positivo.


18) Qual é o número médio de casos de teste que você automatizou por dia?

A resposta depende do comprimento e com.plexqualidade do cenário de teste. Geralmente, um testador de controle de qualidade pode automatizar de 2 a 4 cenários de teste diariamente quando oplexcapacidade é limitada. No entanto, às vezes pode reduzir para 1-2 quando o complexaidade é alta.


19) Qual é o padrão de script ao realizar testes de automação?

Ao escrever os scripts para automação, você deve considerar o seguintewing coisas:

  • Convenção de nomenclatura uniforme.
  • 3 linhas de comentários para cada 10 linhas de código.
  • Indentação adequada.
  • Cenário robusto de tratamento e recuperação de erros.
  • Uso de Frameworks sempre que possível.

20) Quais são as ferramentas mais populares para testes automatizados?

As ferramentas de teste mais populares para testes de automação são:

Aqui está uma lista completa de ferramentas de teste de automação.


21) Como você pode medir o sucesso dos testes de automação?

Following critérios podem mapear o sucesso dos testes de automação:

  • Taxa de detecção de defeitos
  • Tempo de execução da automação e economia de tempo para liberar o produto
  • Redução de mão de obra e outros custos

22) Você pode listar algumas desvantagens dos testes manuais?

  • Teste manual requer mais tempo e mais recursos.
  • Imprecisão
  • Executar o mesmo caso de teste repetidamente é tedioso e propenso a erros.
  • É impraticável fazer testes manuais em projetos muito grandes e com prazo determinado.

23) Quais são as diferenças entre ferramentas de código aberto, ferramentas de fornecedores e ferramentas internas em testes de automação?

Aqui estão as diferenças entre todos:

  • Ferramentas de código aberto: São ferramentas gratuitas com código-fonte disponíveis na internet. Exemplo: Selênio
  • Ferramentas do fornecedor: Essas ferramentas de teste são desenvolvidas por empresas e você precisa adquirir suas licenças. Exemplo: Microfoco UFT.
  • Ferramentas internas: É construído por empresas para seu uso.

24) Quais são os pré-requisitos dos testes de automação?

Alguns pré-requisitos importantes do teste de automação são:

  • Uma construção estável
  • Funcionalidades a serem testadas
  • Casos de teste para testes automatizados

25) É possível fazer automação sem framework?

Frameworks são diretrizes e não obrigatórias para criar e executar scripts de automação. Então, sim, podemos automatizar sem uma estrutura. Aprimorar e manter scripts de teste seria fácil se criássemos e seguíssemos uma estrutura.


26) Conte-me o que você sabe sobre o Selênio

Selenium é um conjunto de automação de testes gratuito (código aberto). É usado para automatizar ambientes Web e Mobile. Consiste no seguintewing.

  • Selenium IDE (complemento do navegador – ferramenta de gravação e reprodução)
  • Selenium WebDriverName
  • Selenium Grid (teste distribuído)
  • Selenium oferece suporte a scripts em linguagens como Java, C#, Python, Ruby, PHP, Perl e JavaScript.

27) Conte-me sobre o QTP

QTP (Profissional de Teste Rápido) is now known as Microfocus UFT. It is a commercial automation tool and supports an extensive range of test environments: Web, Desktop, SAP, Delphi, Net, ActiveX, Flex, Java, Oracle, Mobile, PeopleSoft, PowerBuilder, Siebel, Stingray, and Visual Basic, amongst others.

A linguagem de script é VBScript. A ferramenta gelifica bem com ALM (Ferramenta de gerenciamento de testes) e LoadRunner (Ferramenta de teste de desempenho).

Os principais recursos do QTP incluem Business Process Testing, estrutura baseada em palavras-chave, suporte XML, pontos de verificação robustos e resultados de testes.


28) O que é SikuliX?

SikuliX é uma ferramenta que utiliza o método “Visual Image Match” para automatizar a interface gráfica do usuário. Todos os elementos web do SikuliX devem ser tomados como imagem e armazenados dentro do projeto.

SikuliX é composto por

  • Script SikuliX
  • API de script visual para Jython
  • IDE SikuliX

Os usos práticos do SikuliX são:

  • Ele pode automatizar aplicativos baseados em janelas e qualquer coisa que você veja na tela sem usar suporte interno de API.
  • Ele fornece uma API simples.
  • Pode ser facilmente vinculado a ferramentas como o Selenium.
  • Os aplicativos da Web podem ser automatizados.
  • SikuliX oferece amplo suporte para automatizar objetos flash.
  • Pode funcionar em qualquer tecnologia - .NET, Java.

29) Mencione qual é a diferença entre Selenium e SikuliX?

SikuliX Selênio
Ele fornece amplo suporte para automatizar objetos flash Ele não pode automatizar objetos flash, como reprodutores de vídeo ou de áudio.
Possui uma API simples Tem API complicada
Ele usa uma correspondência visual para encontrar elementos na tela. Assim, podemos automatizar tudo o que vemos na tela. Ele usa CSS, ID, localizadores e outros selecionados para identificar elementos GUI
Ele pode automatizar a web, bem como windows o aplicativo fechado Ele pode automatizar apenas aplicativos da web

30) Quais são os atributos de um bom framework de automação?

Aqui estão alguns atributos importantes de uma boa estrutura de automação:

  • Modular: É uma estrutura que deve ser adaptável às mudanças. Para que os testadores possam modificar os scripts de acordo com o ambiente.
  • reutilizável: Deve ser reutilizável para que os métodos ou utilitários sejam escritos em um arquivo comum acessível a todos os scripts.
  • Consistente: Deve ser escrito em um formato consistente.
  • Independente: Os scripts de automação devem ser escritos de forma que sejam independentes uns dos outros.
  • Integração: O Automation Framework deve ser desenvolvido de forma que seja fácil de integrar com outras aplicações.

31) O que é teste entre navegadores?

É um subconjunto de testes de automação de navegador que ajuda a garantir que o aplicativo online funcione corretamente em diferentes navegadores. Google Chrome, Mozilla Firefox, Microsoft Borda, Safári, etc.

Teste entre navegadores usando Selenium WebDriver

O objetivo principal de teste cross-browser é verificar se o seu site ou aplicativo da web funciona corretamente em diferentes combinações de navegadores e sistemas operacionais.


32) Quais testes podem ser feitos usando o Selenium Framework?

Você pode usar uma estrutura Selenium para o seguintewing teste:

  • Teste de carga de aplicações web.
  • Teste de regressão de aplicações web.
  • Testes funcionais de aplicações web.

33) O teste de automação é branco box teste ou preto box testando?

O teste de automação é principalmente preto box teste.


34) Qual palavra-chave é usada para buscar a URL da página atual no Selenium?

Selenium WebDriver pode ajudá-lo a encontrar o URL atual de uma página com getcurrentURL(). Este método encontrará a URL dos aplicativos abertos e resultará em uma string.


35) Onde você manterá informações como URL, login e senha?

URL, login e senha são informações importantes usadas com frequência e alteradas com frequência. Eles devem sempre ser mantidos em um arquivo separado. Caso contrário, o testador de automação deverá alterá-lo em cada arquivo com sua referência.


Perguntas da entrevista sobre testes de automação para 3 a 5 anos de experiência

36) Quais são as extensões e ativos de teste do QTP?

Alguns ativos de teste importantes e extensões do QTP são:

  • Resultados .xml
  • Cenário de recuperação .qrs
  • Testar executor de lote .mtb
  • Repositório de objetos compartilhados .tsr
  • Repositório de objetos locais .mtr
  • Arquivo de teste .mts
  • Biblioteca de funções .qfl

37) Quais são as diferenças entre testes manuais e testes automatizados?

Aqui estão alguns dos principais diferenças entre testes manuais e automatizados:

parâmetros Teste Manual Teste de automação
Consumo de tempo Mais Menos
STLC Siga manualmente Segue usando a ferramenta
Cos Menos caro Caro
Confiabilidade Menos confiável altamente confiável
Qualidade Baixo Alta
Conjunto de habilidades Menos conjunto de habilidades necessárias É necessário um alto conjunto de habilidades.

38) Quais são os módulos essenciais de uma estrutura de testes de automação?

Aqui estão alguns módulos essenciais da estrutura de testes de automação:

  • Ferramenta de afirmação de teste: Esta ferramenta de teste fornecerá declarações assertivas para avaliar os valores esperados na aplicação em teste. Por exemplo, Junit, TestNG, Junit, etc.
  • Configuração de dados: Assegura que cada caso de teste obtém os dados de teste do banco de dados, de um arquivo ou incorporado no script de teste.
  • Ferramenta de gerenciamento de construção: A estrutura precisa ser construída e implantada para criar scripts de teste.
  • Ferramenta de integração contínua: Eles são obrigados a integrar e implantar as alterações feitas na estrutura em cada iteração.
  • Ferramenta de relatórios: Ajuda a gerar um relatório legível após os casos de teste para uma melhor visualização das etapas, falhas e resultados.
  • Ferramenta de registro: Eles ajudam na melhor depuração de erros e bugs.

39) O que é pepino?

Pepino é uma ferramenta de desenvolvimento baseada em comportamento de código aberto (BDE). É uma ferramenta usada para testes de automação de aplicativos baseados na web e suporta linguagens como Java, Ruby, Ruby, Scala, Groovy, etc. Cucumber lê especificações executáveis ​​escritas em texto simples e testa o aplicativo em teste para essas especificações.


40) O que é o teste concluído?

TestComplete é uma ferramenta automatizada de teste de UI para aplicativos de desktop, web, dispositivos móveis, etc. Ele oferece a flexibilidade de gravar um caso de teste em um navegador e executá-lo em vários navegadores, suportando assim testes entre navegadores.


41) O que é Cipreste?

Cypress é uma estrutura de teste de código aberto. Ele é desenvolvido em JavaScript e ultimamente ganhou popularidade devido à sua simplicidade e amplos recursos que permitem testes de navegador, e os manuais do usuário devem ser minuciosamente documentados.


42) Como você pode lidar com os pop-ups de alerta no Selenium WebDriver?

O Selenium emite alertas se houver problemas durante o teste. A interface pop-up permite lidar com o alerta alternando o controle para o pop-up, pressionando os botões OK ou Cancelar e voltando para a tela da página de origem.

String srcPage = driver.getWindowHandle();
Alert pop = driver.switchTo().alert(); // shift control to the alert pop-up.
Pop.accept(); // click k button.

43) O que é uma estrutura de teste híbrido?

A estrutura de teste híbridok developSão os casos de teste de scripts modulares, combinando-os na estrutura de teste modular.


44) Escreva etapas para automatizar casos de teste de funcionalidade de “login” primários para um aplicativo?

Aqui estão as etapas para automatizar a funcionalidade básica de login:

Passo 1) Entenda os requisitos do projeto.

Passo 2) Identifique os cenários de teste

Passo 3) Prepare um arquivo de entrada de dados com os dados correspondentes a cada cenário

Passo 4) Inicie a ferramenta do programa.

Passo 5) Identifique o nome de usuário, a senha e os botões de login.

Passo 6) Verifique se a mensagem de erro para cenários negativos é igual à mensagem de sucesso para cenários de teste positivos.

Essas perguntas da entrevista também ajudarão em sua viva (oral)