Tutorial IoT: Introdução à Internet das Coisas (noções básicas de IoT)

O que é IoT (Internet das Coisas)?

Internet of Things (IoT) é uma rede de objetos físicos ou pessoas chamadas “coisas” que são incorporadas com software, eletrônicotronics, rede e sensores que permitem que esses objetos coletem e troquem dados. O objetivo da IoT é estender a conectividade à Internet desde dispositivos padrão, como computador, celular, tablet, até dispositivos relativamente burros, como uma torradeira.

A IoT torna praticamente tudo “inteligente”, melhorando aspectos da nossa vida com o poder da coleta de dados, algoritmo de IA e redes. A coisa na IoT também pode ser uma pessoa com um implante de monitor de diabetes, um animal com dispositivos de rastreamento, etc. Este tutorial de IoT para iniciantes cobre todos os princípios básicos da IoT.

Internet of Things (IoT)
O que é IoT?

História da IoT

  • 1970- Foi proposta a ideia real de dispositivos conectados
  • 1990- John Romkey criou uma torradeira que podia ser ligada/desligada pela Internet
  • 1995- A Siemens apresenta o primeiro módulo celular construído para M2M
  • 1999- O termo “Internet das Coisas” foi usado por Kevin Ashton durante seu trabalho na P&G, que se tornou amplamente aceito
  • 2004 – O termo foi mencionado em publicações famosas como The Guardian, Boston Globe e Scientific American
  • 2005-A União Internacional de Telecomunicações (UIT) da ONU publicou o seu primeiro relatório sobre este tema.
  • 2008- Nasceu a Internet das Coisas
  • 2011- Gartner, empresa de pesquisa de mercado, inclui a tecnologia “Internet das Coisas” em suas pesquisas

Como funciona a IoT?

Como funciona a IoT
Como funciona a IoT

Todo o processo de IoT começa com os próprios dispositivos, como smartphones, smartwatches, eletrônicos.tronaparelhos eletrônicos como TV, máquina de lavar que ajudam você a se comunicar com a plataforma IoT.

Agora, neste tutorial de IoT, aprenderemos sobre quatro componentes fundamentais de um sistema IoT:

1) Sensores/Dispositivos: Sensores ou dispositivos são componentes essenciais que ajudam a coletar dados ao vivo do ambiente circundante. Todos esses dados podem ter vários níveis de comunicaçãoplexcidades. Pode ser um simples sensor de monitoramento de temperatura ou na forma de vídeo.

Um dispositivo pode ter vários tipos de sensores que executam múltiplas tarefas à parte de sentir. Exemplo, um telefone celular é um dispositivo que possui vários sensores como GPS, câmera, mas seu smartphone não é capaz de detectar essas coisas.

2) Conectividade: Todos os dados coletados são enviados para uma infraestrutura em nuvem. Os sensores devem ser conectados à nuvem por meio de diversos meios de comunicação. Esses meios de comunicação incluem redes móveis ou de satélite, Bluetooth, WI-FI, WAN, etc.

3) Processamento de Dados: Depois que os dados são coletados e chegam à nuvem, o software realiza o processamento dos dados coletados. Este processo pode consistir apenas em verificar a temperatura, lendo em dispositivos como AC ou aquecedores. No entanto, às vezes também pode ser muito comumplex como identificar objetos, usando visão computacional em vídeo.

4)Interface do usuário: As informações precisam estar disponíveis para o usuário final de alguma forma que possa ser alcançada acionando alarmes em seus telefones ou enviando-lhes notificações por meio de e-mail.mail ou mensagem de texto. Às vezes, o usuário pode precisar de uma interface que verifique ativamente seu sistema IoT. Por exemplo, o usuário possui uma câmera instalada em sua casa. Ele deseja acessar a gravação de vídeo e todos os feeds com a ajuda de um servidor web.

No entanto, nem sempre é uma comunicação unilateral. Dependendo do aplicativo IoT e com.plexcapacidade do sistema, o usuário também pode executar uma ação que pode criar efeitos em cascata.

Por exemplo, se um utilizador detectar alguma alteração na temperatura do frigorífico, com a ajuda da tecnologia IoT o utilizador deverá ser capaz de ajustar a temperatura com a ajuda do seu telemóvel.

Verifique também: Melhores empresas de Internet das coisas (IoT)

Aplicativos IoT

Agora neste tutorial de IoT, veremos vários aplicativos de IoT:

Aplicativos IoT

Aplicativos IoT

As soluções IoT são amplamente utilizadas em inúmeras empresas de todos os setores. Algumas aplicações IoT mais comuns são fornecidas abaixo:

Tipo de aplicação Descrição
Smart Thermostats Ajuda você a economizar recursos em aquecimento billpor saberwing seus padrões de uso.
Carros conectados A IoT ajuda as empresas automobilísticas a lidar billestacionamento, seguro e outras coisas relacionadas automaticamente.
Activity Trackers Ajuda a capturar o padrão de frequência cardíaca, gasto calórico, níveis de atividade e temperatura da pele no pulso.
tomadas inteligentes Ligue ou desligue qualquer dispositivo remotamente. Ele também permite rastrear o nível de energia de um dispositivo e receber notificações personalizadas diretamente em seu smartphone.
Sensores de estacionamento A tecnologia IoT ajuda os usuários a identificar a disponibilidade em tempo real de vagas de estacionamento em seus telefones.
Conectar Saúde O conceito de um sistema de saúde conectado facilita o monitoramento da saúde e o atendimento ao paciente em tempo real. Ajuda na melhoria da tomada de decisões médicas com base nos dados do paciente.
Smart City A cidade inteligente oferece todos os tipos de casos de uso que incluem gestão de tráfego até distribuição de água, gestão de resíduos, etc.
Lar inteligente A casa inteligente encapsula a conectividade dentro de suas casas. Inclui detectores de fumaça, eletrodomésticos, lâmpadas, windows, fechaduras de portas, etc.
Cadeia de suprimentos inteligente Ajuda você a rastrear mercadorias em tempo real enquanto elas estão na estrada ou a fazer com que os fornecedores troquem informações de estoque.

Verifique também: Melhores dispositivos IoT

Desafios da Internet das Coisas (IoT)

Atualmente, a IoT enfrenta muitos desafios, tais como:

  • Insuficiente ensaio e atualizando
  • Preocupação com a segurança e privacidade dos dados
  • Software com.plexdade
  • Volumes de dados e interpretação
  • Integração com IA e automação
  • Os dispositivos requerem uma fonte de alimentação constante, o que é difícil
  • Interação e comunicação de curto alcance

Vantagens da IoT

Vantagens da IoT

Os principais benefícios da tecnologia IoT são os seguintes:

  • Otimização técnica: A tecnologia IoT ajuda muito a melhorar as tecnologias e torná-las melhores. Por exemplo, com a IoT, um fabricante é capaz de coletar dados de vários sensores automotivos. O fabricante os analisa para melhorar seu design e torná-los mais eficientes.
  • Coleta de dados aprimorada: A coleta tradicional de dados tem suas limitações e seu design para uso passivo. A IoT facilita ações imediatas sobre os dados.
  • Desperdício Reduzido: A IoT oferece informações em tempo real que levam à tomada de decisões e gerenciamento eficazes de recursos. Por exemplo, se um fabricante encontrar um problema em vários motores de automóveis, ele poderá acompanhar o plano de fabricação desses motores e resolver esse problema com a correia de fabricação.
  • Melhor envolvimento do cliente: A IoT permite melhorar a experiência do cliente, detectando problemas e melhorando o processo.

Desvantagens da IoT

Agora, vamos ver algumas das desvantagens da IoT neste tutorial da Internet das Coisas:

  • Segurança: A tecnologia IoT cria uma ecossistema de dispositivos conectados. Contudo, durante este processo, o sistema pode oferecer pouco controle de autenticação, apesar de medidas de segurança suficientes.
  • Privacidade: A utilização da IoT expõe uma quantidade substancial de dados pessoais, com extremo detalhe, sem a participação ativa do utilizador. Isso cria muitos problemas de privacidade.
  • Flexibilidade: Existe uma grande preocupação em relação à flexibilidade de um sistema IoT. Trata-se principalmente de integração com outro sistema, pois há muitos sistemas diversos envolvidos no processo.
  • Complexidade: O design do sistema IoT também é bastante complicado. Além disso, sua implantação e manutenção também não são muito fáceis.
  • Conformidade: A IoT tem seu próprio conjunto de regras e regulamentos. No entanto, devido à sua complexdade, a tarefa de conformidade é bastante desafiadora.

Melhores práticas de IoT

Agora aprenderemos sobre as práticas recomendadas para IoT neste tutorial da Internet das Coisas.

  • Projete produtos para confiabilidade e segurança
  • Usartrong protocolos de autenticação e segurança
  • Desative serviços não essenciais
  • Garanta que os hubs e serviços gerenciados pela Internet e de gerenciamento de IoT estejam protegidos
  • Eficiente em consumo de energia algorithms devem ser projetados para que o sistema fique ativo por mais tempo.

Resumo

  • Introdução à Internet das Coisas (IoT): A Internet das Coisas (IoT) é uma rede de objetos físicos ou pessoas chamadas “coisas” que são incorporadas a software, electronics, rede e sensores que permitem que esses objetos coletem e troquem dados.
  • A ideia real de dispositivos conectados foi proposta em 1970
  • Quatro componentes principais da estrutura IoT são 1) Sensores/Dispositivos, 2) Conectividade, 3) Processamento de dados, 4) Interface do usuário
  • Várias aplicações da IoT são termostatos inteligentes, carros conectados, rastreadores de atividades, tomadas inteligentes, Connect Health, etc.
  • Otimização técnica, melhoria na coleta de dados, redução de desperdício e melhor envolvimento do cliente são os principais benefícios da IoT
  • Segurança, Privacidade, Com.plexconformidade, são os principais desafios da IoT