Como configurar e testar a conexão RFC no SAP – SM59

Este tutorial está dividido em 4 seções

- Configurar uma conexão RFC

- Conexão RFC confiável

- Testando uma conexão RFC

- Resolução de erros

Etapa 1: Procedimento para configurar uma conexão RFC

Insira o código de transação SM59

Configurar uma conexão RFC

Na tela do SM59, você pode navegar pelas conexões RFCs já criadas com a ajuda da árvore de opções, que é um método baseado em menu para organizar todas as conexões por categorias.

Configurar uma conexão RFC

Clique no botão 'CRIAR'. Na próxima tela, digite –

  • Destino RFC – Nome do destino (pode ser ID do sistema de destino ou qualquer coisa relevante)
  • Tipo de conexão – aqui escolhemos um dos tipos (conforme explicado anteriormente) de conexões RFC conforme os requisitos.
  • Descrição – Esta é uma breve descrição informativa, provavelmente para explicar o propósito da conexão.

Configurar uma conexão RFC

Depois de'SALVE 'a conexão, o sistema irá levá-lo para a aba 'Configurações Técnicas', onde fornecemos o seguintewing informações:

  • Host de destino– Aqui fornecemos o nome completo do host ou endereço IP do sistema de destino.
  • Número do sistema – Este é o número do sistema SAP de destino.
  • Clique em Salvar

Configurar uma conexão RFC

No 'Logon e segurança' Guia, insira as informações do sistema de destino

  • Língua – De acordo com o idioma do sistema de destino
  • Cliente – No SAP nunca fazemos login em um sistema, sempre deve haver um cliente específico, portanto precisamos especificar aqui o número do cliente para uma execução correta.
  • ID de usuário e senha – de preferência, não deve ser o seu próprio ID de login, deve haver algum ID genérico para que a conexão não seja afetada pela constante mudança de IDs ou senhas do usuário final. Principalmente, um usuário do tipo 'Sistema' ou 'Comunicação' é usado aqui. Observe que este é o ID do usuário do sistema de destino e não do sistema de origem onde estamos criando esta conexão.

Configurar uma conexão RFC

Clique em Salvar. A conexão RFC está pronta para uso

Note: por padrão, uma conexão é definida como aRFC. Para definir uma conexão como tRFC ou qRFC vá para Menu Bar -> Destination aRFC options / tRFC options ; fornecer insumos conforme os requisitos. Para definir qRFC, use a guia de opções especiais.

Etapa 2: conexão RFC confiável

Existe uma opção para fazer a conexão RFC como 'Confiável'. Uma vez selecionado, o sistema chamador (confiável) não exige uma senha para se conectar ao sistema alvo (confiável).

Conexão RFC confiável

Following são as vantagens de usar canais confiáveis:

  • Recurso de logon único entre sistemas
  • A senha não precisa ser enviada pela rede
  • O mecanismo de tempo limite para os dados de logon evita o uso indevido.
  • Evita o manuseio incorreto de dados de logon devido ao mecanismo de tempo limite.
  • Logon específico do usuário details do sistema chamador/confiável é verificado.

Os usuários RFC devem ter as autorizações necessárias no sistema confiável (objeto de autorização S_RFCACL).Conexões confiáveis ​​são usadas principalmente para conectar Sistemas SAP Solution Manager com outros sistemas SAP (satélites)

Etapa 3: Testando a Conexão RFC

Após a criação dos RFCs (ou às vezes no caso de RFCs já existentes), precisamos testar se a conexão foi estabelecida com sucesso ou não.

Testando a conexão RFC

Conforme mostrado acima, vamos ao SM59 para escolher a conexão RFC a ser testada e então expandimos o menu suspenso – “Utilitários->Teste->…“. Temos três opções:

Teste de conexão -> Isso tenta fazer uma conexão com o sistema remoto e, portanto, valida o endereço IP/nome do host e outros dados de conexão.tails. Se ambos os sistemas não conseguirem se conectar, ocorrerá um erro. Em caso de sucesso, ele exibe a tabela com os tempos de resposta. Este teste serve apenas para verificar se o sistema chamador pode alcançar o sistema remoto.

Testando a conexão RFC

Teste de autorização -> Ele é usado para validar o ID do usuário e a senha (fornecidos na guia 'logon e segurança' do sistema de destino) e também as autorizações fornecidas. Se um teste for bem-sucedido, a mesma tela mostrada acima para o teste de conexão aparecerá.

Teste Unicode -> É para verificar se o sistema Target é Unicode ou não.

Testando a conexão RFC

Logon remoto ->Este também é um tipo de teste de conexão, no qual uma nova sessão do sistema de destino é aberta, e precisamos especificar um ID de login e uma senha (caso ainda não tenham sido mencionados na guia 'Logon e Segurança'). Se o usuário for do tipo 'Dialog' então uma sessão de diálogo será criada. Para justificar o sucesso do teste de conexão, a saída serão os tempos de resposta dos pacotes de comunicação, caso contrário aparecerá uma mensagem de erro.

Testando a conexão RFC

Testando a conexão RFC

Etapa 4: O que deu errado?

Se de alguma forma o RFC a conexão não for estabelecida com sucesso, podemos verificar os logs (para analisar o problema) no nível do sistema operacional no diretor 'WORK'. Lá podemos encontrar os arquivos de log com a convenção de nomenclatura “dev_rfc ”E a descrição do erro pode ser lida nesses arquivos.

O que deu errado