Tutorial de linha de comando do Linux: manipular terminal com comandos de CD

As tarefas mais frequentes que você executa no seu PC são criar, mover ou excluir arquivos. Vejamos várias opções de gerenciamento de arquivos.

Para gerenciar seus arquivos, você pode usar

  1. Terminal (Interface de Linha de Comando – CLI)
  2. Gerenciador de arquivos (interface gráfica do usuário -GUI)




Clique plítica de privacidade se o vídeo não estiver acessível

Por que aprender Interface de Linha de Comando?

Embora o mundo esteja migrando para sistemas baseados em GUI, a CLI tem seus usos específicos e é amplamente utilizada em scripts e administração de servidores. Vejamos alguns usos atraentes -

  • Comparativamente, os comandos oferecem mais opções e são flexíveis. Piping e stdin/stdout são imensamente poderosos e não estão disponíveis na GUI
  • Algumas configurações na GUI têm até 5 telas de profundidade, enquanto em uma CLI é apenas um único comando
  • Mover e renomear milhares de arquivos na GUI consumirá muito tempo (usando Control /Shift para selecionar vários arquivos), enquanto na CLI, usando expressões regulares, você pode executar a mesma tarefa com um único comando.
  • A CLI carrega rapidamente e não consome RAM em comparação com a GUI. Em cenários críticos, isso é importante.

Tanto a GUI quanto a CLI têm seus usos específicos. Por exemplo, na GUI, gráficos de monitoramento de desempenho dar feedback visual instantâneo na integridade do sistema, embora ver centenas de linhas de logs na CLI seja desagradável.

Você deve aprender a usar GUI (Gerenciador de Arquivos) e CLI (Terminal)

GUI de um SO baseado em Linux é semelhante a qualquer outro sistema operacional. Portanto, vamos nos concentrar na CLI e aprender alguns comandos úteis.

Lançando a CLI no Ubuntu

Existem 2 maneiras de iniciar o terminal.

1) Vá para o Dash e digite terminal

Gerenciador de arquivos Terminal V/s e o comando CD

2) Ou você pode pressionar CTRL + Alt + T para iniciar o Terminal

Depois de iniciar o CLI (Terminal), você encontrará algo como guru99@VirtualBox(veja a imagem) escrito nele.

Gerenciador de arquivos Terminal V/s e o comando CD

1) A primeira parte desta linha é o nome do usuário (bob, tom, ubuntu, casa…)

2) A segunda parte é o nome do computador ou nome do host. O nome do host ajuda a identificar um computador na rede. Em um ambiente de servidor, o nome do host torna-se importante.

O ':' é um separador simples

4) O sinal de til '~' mostra que o usuário está trabalhando no diretório home. Se você alterar o diretório, este sinal desaparecerá.

Gerenciador de arquivos Terminal V/s e o comando CD

Na ilustração acima, mudamos do diretório /home para /bin usando o comando 'cd'. O sinal ~ não é exibido durante o trabalho no diretório /bin. Ele aparece ao voltar para o diretório inicial.

5) O sinal ‘$’ sugere que você está trabalhando como um usuário regular no Linux. Ao trabalhar como usuário root, '#' é exibido.

Gerenciador de arquivos Terminal V/s e o comando CD

Atual Diretório de Trabalho

O diretório que você está navegando no momento é chamado de diretório de trabalho atual. Você faz logon no diretório inicial ao inicializar o PC. Se você deseja determinar o diretório em que está trabalhando atualmente, use o comando –

pwd

Gerenciador de arquivos Terminal V/s e o comando CD

comando pwd significa print wOrking dreitor

A figura acima mostra que /home/guru99 é o diretório no qual estamos trabalhando atualmente.

Alterando Diretórios

Se você quiser alterar seu diretório atual, use o 'cdcomando.

cd /tmp

Considere o seguintewing exemplo.

Gerenciador de arquivos Terminal V/s e o comando CD

Aqui, mudamos do diretório /tmp para /bin para /usr e depois voltamos para /tmp.

Navegando para o diretório inicial

Se você quiser navegar até o diretório inicial, digite cd.

Gerenciador de arquivos Terminal V/s e o comando CD

cd

Você também pode usar o cd ~ comando.

Gerenciador de arquivos Terminal V/s e o comando CD

cd ~

Movendo para o diretório raiz

A raiz do sistema de arquivos no Linux é indicada por '/'. Semelhante a 'c:\' em Windows.

Nota: em Windows, você usa barra invertida “\” enquanto no UNIX/Linux, barra é usada “/”

Digite 'cd /' para ir para o diretório raiz.

cd /

Gerenciador de arquivos Terminal V/s e o comando CD

DICA: Não se esqueça do espaço entre cd e /. De outroswise, você receberá um erro.

Navegando por vários diretórios

Você pode navegar por vários diretórios ao mesmo tempo especificando seu caminho completo.

Exemplo: Se você deseja mover o diretório /cpu para /dev, não precisamos dividir esta operação em duas partes.

Em vez disso, podemos digitar '/dev/cpu' para acessar o diretório diretamente.

cd /dev/cpu

Gerenciador de arquivos Terminal V/s e o comando CD

Subindo um nível de diretório

Para navegar até um nível de diretório, tente.

cd ..

Gerenciador de arquivos Terminal V/s e o comando CD

Aqui, usando o comando 'cd ..', subimos um diretório de '/dev/cpu' para '/dev'.

Então, usando novamente o mesmo comando, saltamos do diretório raiz '/dev' para '/'.

Caminhos Relativos e Absolutos

Um caminho na computação é o endereço de um arquivo ou pasta.

Exemplo -

In Windows

C:\documentsandsettings\user\downloads

Em Linux

/home/user/downloads

Existem dois tipos de caminhos:

1. Caminho Absoluto:

Digamos que você precise navegar pelas imagens armazenadas no diretório Imagens da pasta inicial ‘guru99’.

O caminho absoluto do arquivo do diretório Pictures /home/guru99/Imagens

Para navegar até este diretório, você pode usar o comando.

cd /home/guru99/Pictures

Gerenciador de arquivos Terminal V/s e o comando CD

Isso é chamado de caminho absoluto, pois você especifica o caminho completo para chegar ao arquivo.

2. Caminho Relativo:

O caminho relativo é útil quando você precisa navegar em outro subdiretório dentro de um determinado diretório.

Isso evita o esforço de digitar caminhos completos o tempo todo.

Suponha que você esteja atualmente em seu diretório inicial. Você deseja navegar até o diretório Downloads.

Você não precisa digitar o caminho absoluto

cd /home/guru99/Downloads

Gerenciador de arquivos Terminal V/s e o comando CD

Em vez disso, você pode simplesmente digitar 'Downloads de CD' e você navegaria até o diretório Downloads, pois já está presente no '/home/guru99' diretório.

cd Downloads

Gerenciador de arquivos Terminal V/s e o comando CD

Dessa forma, você não precisa especificar o caminho completo para chegar a um local específico no mesmo diretório do sistema de arquivos.

Resumo:

  • Para gerenciar seus arquivos, você pode usar a GUI (gerenciador de arquivos) ou a CLI (Terminal) no Linux. Ambos têm suas vantagens relativas. Na série de tutoriais, vamos nos concentrar na CLI, também conhecida como Terminal
  • Você pode iniciar o terminal a partir do painel ou usar a tecla de atalho Ctrl + Alt + T
  • O comando pwd fornece o diretório de trabalho atual.
  • Você pode usar o comando cd para alterar diretórios
  • Caminho absoluto é o endereço completo de um arquivo ou diretório
  • O caminho relativo é a localização relativa de um arquivo de diretório em relação ao diretório atual
  • O caminho relativo ajuda a evitar digitar caminhos completos o tempo todo.
Command
Descrição
CD ou CD ~ Navegue até o diretório HOME
cd .. Subir um nível
cd Para mudar para um diretório específico
cd / Mover para o diretório raiz